Páginas

sábado, 19 de abril de 2014

Dia 19 de Abril: Dia do Exército Brasileiro.

No dia 19 de abril comemora-se o dia do exército brasileiro. A data é marcada pela primeira luta dos povos do Brasil contra a dominação holandesa, em 1648. Os indivíduos que treinam e lutam para defender os espaços e direitos de um país são os integrantes dessa corporação.
O Brasil possui três forças armadas, responsáveis pela defesa do país, e o exército é uma delas.
No período de 1808 até 1967 o responsável pelas ações do exército era o ministério da guerra; entre 1967 e 1999, o controle passou a ser feito pelo ministério do exército. A partir de 1999, criou-se o ministério da defesa, responsável pela defesa nacional, unindo as três forças armadas do país: o exército, a marinha e a aeronáutica.
O comandante supremo do exército brasileiro é o presidente da república, mas existem os cargos hierárquicos dentro da corporação.
As tropas do exército praticam fortes treinamentos, como preparo para operar em circunstâncias de guerra e de conflitos mais extremos. São responsáveis pela segurança da pátria junto às fronteiras, compartilhando tal responsabilidade com os serviços da aeronáutica.
Além disso, o exército participa de campanhas sociais, leva alimentos e faz serviços de atendimento médico às localidades do país que são muito isoladas, onde a população não tem acesso aos mesmos.
Para ingressar no exército do Brasil é necessário participar do alistamento militar, que acontece todos os anos. O serviço militar é obrigatório para os rapazes, que devem se alistar aos dezoito anos de idade. Existem vagas tanto para homens como para mulheres.
Caso haja interesse em participar dessas atividades após os dezoito anos de idade, o candidato deverá apresentar currículo, com graduação superior, podendo exercer cargos mais elevados, como os de tenentes.
A hierarquia do exército está dividida entre a infantaria, a cavalaria e a artilharia, indo de soldados até os cargos da alta patente.
O exército brasileiro é composto ainda por tropas de elite, especializadas em missões não convencionais, como a Brigada de Operações Especiais, a Brigada de Infantaria Paraquedista, além das especializadas em defender o bioma nacional.
No setor educacional, o exército desenvolve projetos de pesquisa, na área científico-tecnológica, através do IME (Instituto Militar de Engenharia), uma das melhores faculdades do país.
Quanto aos veículos blindados, entre carros de combate, veículos de tropa e outros, possui uma quantidade bem maior que as outras forças do Brasil.
Por ser mais popularmente conhecido, o exército brasileiro é formado com mais de duzentos mil soldados, tendo um cadastro de reserva que chega a quase quatro milhões.

Dia 19 de Abril: Dia do Índio.


Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?

Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste contimente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.
No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Dia 18 de Abril: Dia Nacional do Livro Infantil.


A data foi criada em 2002 em homenagem a Monteiro Lobato que foi um dos principais autores da Literatura Infanto-juvenil Brasileira,Nascido na cidade de Taubaté, em São Paulo (SP), José Bento Renato Monteiro Lobato foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX, importante editor de livros inéditos e autor de relevantes traduções. Após sua morte, em julho de 1948, suas obras foram eternizadas na literatura brasileira e são, ainda hoje, leitura obrigatória na educação básica brasileira.  

Mais da metade dos livros de Monteiro Lobato tinham como alvo o público infanto-juvenil, com a intenção de ajudar na formação intelectual e moral da juventude brasileira. Entre os mais populares estão: "A Menina do Nariz Arrebitado"; "O Saci"; "Fábulas do Marquês de Rabicó"; "Aventuras do Príncipe"; "Noivado de Narizinho"; "O Pó de Pirlimpimpim"; "Reinações de Narizinho"; "As Caçadas de Pedrinho"; "Emília no País da Gramática"; "Memórias da Emília"; "O Poço do Visconde" e "O Pica-pau Amarelo", que foi transformado em obra televisiva nos anos 80 e sendo regravado no final dos anos 90.
Monteiro Lobato morreu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade, e no ano de 2002 foi criada uma Lei (10.402/02) que registrou o seu nascimento como data oficial da literatura infanto-juvenil.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Dia 16 de Abril:Dia da Voz.


16 de Abril é o dia Mundial da Voz. Proposto em 2002 
e comemorado pela primeira vez em 2003. Pode-se afirmar que 
o seu objetivo foi alcançado dar visibilidade à voz.

É unanimemente reconhecido que a população em geral está muito mais alerta às alterações da voz, e que tem permitido o diagnóstico precoce de novas doenças.

Mas importa salientar que a par do diagnóstico precoce, promovem-se também a Prevenção enquanto multiplicam agressões que podem comprometer a voz, o nosso principal meio de comunicação.

Ao longo destes doze anos, têm sido inúmeras as ações destinadas a promover a saúde vocal – rastreios, folhetos, entrevistas, reportagens nos media, conferências, jornadas, workshops, espetáculos, dinamização de festa de Voz nas escolas e a criação do prémio Voz/Montepio entre outros. Este site que procura contribuir para a divulgação dos principais cuidados que a voz exige, inclui textos e imagens sobre anatomia e fisiologia, sistematizando os cuidados que se deve ter com a voz, descrevendo as principais doenças que a podem afectar.

São ainda referidas iniciativas que têm sido organizadas e que podem servir de estímulo para novas ideias e propostas.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Dia 15 de Abril: Dia do Desarmamento Infantil.


O dia do desarmamento infantil, que, ao contrário do que pode imaginar um incauto, não trata de desarmar menores de idade que se utilizam de armas de fogo para assaltar, sequestrar, ameaçar, traficar drogas ou matar. Trata tão somente de se incentivar que crianças entreguem suas armas de brinquedo, copiando as campanhas de gente grande que entrega armas de fogo verdadeiras na vã esperança de contribuir com a segurança pública.

Ano após ano, as campanhas de desarmamento infantil tomam o país, seduzem pais, mães, professores, políticos, empresas e muitas instituições policiais que saem por ai recolhendo e destruindo em praça pública milhares de armas de brinquedo. Incentivam, ainda, que muitos pais proíbam que seus filhos tenham armas de brinquedo, seduzem escolas a proibir radicalmente esses objetos em suas brinquedotecas.

Como disse, ano após ano, isso acontece… Mas qual o efeito prático? Baseados em que instituições adotam essa postura radical? É o que discutiremos neste artigo, sem maiores pretensões de um pai, professor e especialista em segurança pública.

Inicialmente, cabe salientar que nunca foi proibida no Brasil a venda de arma de brinquedo, o que não é permitido é que essas armas possam ser confundidas com armas de fogo verdadeiras. Vejamos o que diz a lei 10.826/03,  que em seu artigo 26 determina:


“São vedadas a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo, que com estas se possam confundir.”


Sendo assim, as armas coloridas e disformes que se encontra em qualquer loja de brinquedos não estão fora da legalidade. Um pai que compra de presenteia seu filho com esses brinquedos, muito menos.

Não me estenderei na parte legal, uma vez que pouco, ou nada, interessa àquele pai ou mãe que fica na dúvida ou que simplesmente proíbe que seu filho tenha uma arma de brinquedo.

Dia 15 de Abril: Dia do desenhista.

O dia 15 de abril foi instituído como o "Dia Mundial do Desenhista" em 2011, por meio de uma votação da Associação Internacional das Artes (IAA), maior organização não-governamental de artistas visuais - criada em 1954, por iniciativa da Unesco.
A data foi escolhida em homenagem ao grande gênio italiano Leonardo da Vinci, que nasceu no dia 15 de abril de 1452. Leonardo da Vinci foi um dos maiores artistas renascentistas e atuava em vários segmentos da arte, principalmente o desenho, que era usado com frequência nos seus estudos, das mais variadas formas - tanto quanto para ilustrar e explicar seus inventos. Ao longo da história, o desenho evoluiu no mesmo ritmo que a própria humanidade, mas jamais perdeu a sua essência como forma de expressão, arte e comunicação.
O desenhista pode ser um técnico, um desenhista industrial, programador visual ou aquele que simplesmente se dedica ao desenho livre. Trata-se de pessoas talentosas, que criam com papel e lápis.
A Associação Familiar de integração e cidadania (AFIC) gostaria de homenagear estes profissionais que apoiam os direitos da criança e do adolescente.

Dia 15 de Abril: Dia da Conservação do Solo.

O Dia Nacional da Conservação do Solo é comemorado no dia 15 de abril. A data foi escolhida em homenagem ao nascimento do americano Hugh Hammond Bennett (15/04/1881- 07/07/1960), considerado o pai da conservação dos solos nos Estados Unidos e o primeiro responsável pelo Serviço de Conservação de Solos daquele país.   Este dia foi instituído pela Lei 7.876,em 13 de novembro de 1989, por iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e surgiu com o objetivo de aprofundar os debates sobre a importância do solo como um dos fatores básicos da produção agropecuária e a necessidade de seu uso e manejo sustentáveis.
Dentre os problemas ambientais, a erosão do solo está entre os mais preocupantes, pois pode levar a perdas de solo e de sua capacidade produtiva; fazer o aporte de sedimentos nos rios, reservatórios, lagos, lagoas e oceanos, causando assoreamento e contaminação dos mananciais; e a degradação dos ecossistemas como um todo, estando associada a questões ambientais, sociais e econômicas. Estudos têm estimado os danos da erosão em 44 bilhões de dólares por ano nos Estados Unidos e 38 bilhões de euros na União Européia.
Além disso, o solo é a base para a produção de alimentos, atua como filtro e reservatório de água e é imprescindível para a existência humana e para o desenvolvimento sustentável.
Preocupados com as questões relacionadas à Conservação do Solo e da Água, o grupo de professores do Curso de Graduação em Engenharia Hídrica/Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos vem há alguns anos realizando pesquisas nesse sentido, e tem constatado a relevância deste assunto no Estado do Rio Grande do Sul, especialmente na região de Pelotas, onde o grupo tem observado a ação negativa da erosão, seja na perda da capacidade produtiva dos solos ou nos danos aos recursos hídricos.